Como fabricar um gangsta: masculinidades negras nos videoclipes de Jay-Z e 50 Cent

Como Fabricar um Gangsta é o resultado da primeira etapa do #TheGangstaProject, projeto de pesquisa científica sobre as masculinidades negras na cultura Hip Hop
dos Estados Unidos da América, na transição dos séculos XX-XXI. A partir de um processo de investigação sobre a obra audiovisual dos rappers Jay-Z e 50 Cent,
pode-se identificar e decodificar as configurações dos tipos de masculinidades negras presentes nas narrativas dos videoclipes do Gangsta Rap, subgênero
musical que subverteu e redefiniu o sistema iconográfico de representação sobre os homens negros, tradição herdada do passado colonial escravocrata e reinventada no imaginário racial coletivo estadunidense a partir do fenômeno do Novo Racismo. Através de uma perspectiva interseccional, estabelecida entre as epistemologias étnico-raciais pós-coloniais e das dissidências sexuais e de gênero, desenvolveu-se um exercício de desmontagem simbólica das imagens produzidas historicamente sobre e pelos homens negros. Acionando os sistemas iconográficos enquanto dispositivos de dominação, controle e exploração simbólica dos corpos e subjetividades negras masculinas, este livro tenta compreender como as práticas e os jogos de representação funcionam a partir dos marcadores sociais de raça e gênero, como também quais são seus efeitos nas políticas das masculinidades negras.

Autor: Daniel Dos Santos (DanDan) é Mestre em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Licenciado em História pela Universidade do Estado da
Bahia (UNEB), doutorando do Programa de Estudos Interdisciplinares Sobre Mulheres, Gênero e Feminismo da Universidade Federal da Bahia (PPGNEIM/UFBA), Membro Fundador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros (AfroUneb), pesquisador das masculinidades negras e crítico musical da cultura Hip Hop.

 

X